ZÉPERÊ

Qual o programa ideal para o dia das crianças? Boa pergunta... Aqui em V.R. City as opções não são muitas: tomar sorvete no shopping, passear no zoológico e... acho que só... Puxa! Bem que podia ter alguma opção que juntasse diversão e cultura... E teve!
Pois é, amigos de boteco. Na maior parte das vezes eu estou aqui criticando, puxando a orelha e pedindo providências, mas às vezes também venho para elogiar. Uma rodada por minha conta para o pessoal do Grupo Zéperê e da Secretaria de Cultura, por favor!
Nesse 12 de outubro aconteceu no Cine 9 de abril um espetáculo dedicado e feito exclusivamente para as crianças, juntando o universo infantil das cantigas de roda (que tem raízes profundas no melhor da cultura popular do melhor país do mundo) com os ritmos mais tradicionais e bonitos que compõem a riqueza musical do nosso Brasil: o show Cantando e Brincando de Roda do Grupo Zéperê.
Desde o inicio do mês eu tenho ouvido falar do show na escola do meu filho. Deveríamos trocar o ingresso por um litro de leite (o show foi uma edição especial do projeto Cultura Para Todos, do qual já falei aqui). O cartaz que vi no colégio já despertou a minha curiosidade, mas nunca tinha ouvido falar do grupo. Esperava coisa boa, é claro, mas não esperava tanto!
Trocamos os ingressos e lá fomos nós, o Gabriel, o Dudu (meu outro filho do coração), a Paulinha e eu, para ver qual era... Lá encontramos meu irmão e minha cunhada, com suas filhas: a Carla e a Mariana. A festa estava completa.
Aguardamos um pouco na entrada, com muitas crianças lindas e animadas, com seus pais, tios e avós e, logo que entramos, a primeira surpresa: a Secretaria de Cultura tinha preparado um "marmitex" que foi entregue a cada criança, mas não era farofa com macarrão e frango como alguns brincaram na fila... dentro tinha bala, pirulito, doce, paçoquinha e um CD do Grupo Zéperê! Legal! A molecada se amarrou...
O palco já estava montado com os instrumentos do Zéperê e o Gabriel e eu já ficamos empolgados: três sets de percussão! Ia ter batuque à vontade...
O show principal foi precedido por uma apresentação da cantora Gesilaine, menina prodígio aqui de Volta Redonda, com uma belíssima voz, boa técnica e uma grande presença de palco. Todas as crianças cantaram junto...
Após pequeno intervalo, eis que surge no palco o pessoal do Zéperê: uma turma jovem e simpática, com um figurino simples e bonito... e qual não foi a minha surpresa ao perceber que era gente daqui. Artistas da cidade fazendo um trabalho bonito, dinâmico e bem produzido... entre eles minha querida amiga Tilinha... puro talento!
A formação do grupo era: sopros (flauta, sax), teclado e sanfona, violão e bandolim, baixo, a percussão e um quarteto de cordas que emocionou o público. Todos os músicos também cantavam e demonstravam muito entrosamento no palco. Pena eu não ter o nome de todos... o repertório? O mais popular entre as cantigas de roda, conhecidas de toda criança brasileira (principalmente se for aluno das escolas municipais, que têm um trabalho muito bom com esse tema). O grupo Zéperê trabalhou belíssimos e precisos arranjos para essas cantigas, misturando instrumentos tradicionais da nossa cultura como zabumba, alfaia, surdo e caixa, com os instrumentos clássicos. O tipo de coisa que todo músico que vê pensa: "Por que eu não fiz isso antes?". Brincadeira! A gente sabe que não é pra qualquer um. Tem que ter conhecimento de causa e fazer com muito amor. Os músicos do grupo tinham ótimas dinâmica no palco e interação com as crianças da platéia. Nossos filhos pulavam e se agitavam na cadeira, comiam doce e pipoca e cantavam juntos todas as músicas. Um momento mágico para os pequenos no dia que é dedicado a eles. O cinema estava cheio de crianças felizes e pais emocionados. A diversão durou cerca de uma hora e meia.
Registro aqui, em nome do Boteco, meus agradecimentos ao Grupo Zéperê e à Secretaria de Cultura. Espero que mais eventos como esse aconteçam. O CD ainda será devidamente degustado junto com as crianças, mas esse show fez de ontem um 12 de outubro inesquecível. Vida longa ao Zéperê!
Para quem quer conhecer mais, aí vai o site do grupo, onde se pode ouvir as músicas do CD: www.zepere.com.br.
Se mais algum frequentador do nosso boteco esteve lá, por favor, registre aí nos comentários.
Um abraço a todos e até mais!

PS. Nosso blog completou um ano de atividade no último dia 5 de setembro. Para comemorar (com um certo atraso...) estreamos essa semana o novo layout do Boteco do Ganso. Espero que gostem.

Um abraço.

7 comentários:

Pedro Mello - Grupo ZePerê 13 de outubro de 2009 14:16  

Olá Anderson.
Não sei se o conheço pois tenho estado muito tempo fora de Volta Redonda, minha cidade natal, por conta dos trabalhos com a música.
Queremos agradecer, em nome do Grupo ZéPerê, pelo carinho como fomos tratados nos seus comentários desse Blog.
Foi uma grande emoção tocarmos e interagirmos com uma platéia de crianças tão felizes e animadas. Pais e adultos que visivelmente se emocionaram também, ouvindo o que ouviam quando crianças sendo resgatado com tanto cuidado, respeito e alegria: as Cantigas de Roda.
Esperamos ue curtam o CD.
Os ecos como os seus nos fazem crescer e saber o quanto vale a pena trabalhar com as coisas do nosso país e, principalmente, com a sabedoria e a pureza das crianças.

Muito obrigado,,Pedro Mello - Grupo ZéPerê

Under Son 13 de outubro de 2009 15:05  

De nada, Pedro! Eu que agradeço pelo seu feedback tão rápido.
Você não deve me conhecer, pois apesar de ser músico (sou percussionista), fiquei meio fora do circuito depois que o Gabriel nasceu... Mas a Tilinha me conhece. Pegunte a ela sobre o Espaço Cultural Francisco de Assis França (www.ecfa.com.br).
Você e todos do Grupo Zéperê são muito bem vindos ao nosso Boteco.
Parabéns pela participação aqui e pelo belíssimo trabalho.
Voltem sempre!

Zé Waldemar 13 de outubro de 2009 18:18  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Zé Waldemar 13 de outubro de 2009 18:22  

Olá Anderson! Embora o Pedrão já tenha passado por aqui, não podia deixar de postar meu comentário sobre suas palavras. Fiquei muito feliz de saber que você e sua família curtiram o nosso show e que, além disso, tiveram um dia muito feliz. Você conseguiu sintetizar muito bem tudo o que almejamos com o ZÉPERÊ. Não se trata de mais um grupo infantil; pensamos maior. Buscamos através da música, promover o desenvolvimento da criança (físico, através da dança; e mental, despertando seus sentimentos, suas emoções)e a integração familiar (o relacionamento familiar é muito importante na formação da personalidade de uma criança). Costumamos falar que o ZÉPERÊ é para toda a família. Por isso nos preocupamos na elaboração dos arranjos; queremos que os adultos também sintam prazer em ouvir o nosso disco e dançar ao som dos mais diversos ritmos que enriquecem a cultura brasileira. Muito obrigado por suas palvras. Até breve.
Zé Waldemar.

PS. Perdoe as falhas no comentário anterior...é que a conexão está caindo toda hora aqui.

Ana Paula 13 de outubro de 2009 20:58  

Realmente meu querido...foi um dia de pura magia...foi a mistura perfeita de encantamento e talento...
Que delicia curtir este dia ao seu lado e ao lado de nossos pequenos...
Nossa vida imita a arte....é pura magia e talento para lidar com as situaçṍes adversas...
Te amo

joão lossio 14 de outubro de 2009 12:13  

Olá Anderson. Acho que os meus amigos do Zéperê já foram precisos nos agradecimentos. Gostaria apenas de acrescentar que a união entre essas duas paixões, a música e as crianças, me faz tocar com muito amor. E quando se toca com muito amor o resultado é o que se viu. Que bom que seus pequenos curtiram. Grande Abraço - João Lossio (percussão e cavaquinho)

Ana Paula Santiago - Grupo Zéperê 14 de outubro de 2009 16:20  

Opa!! Gostei da rodada dedicada a nós.. rsrrs
É uma alegria imensa ler o que você escreveu. Trabalho há muitos anos com Educação Musical e tenho uma grande preocupação com a qualidade do som que chega aos ouvidos de nossas crianças. Penso nisso como musicista, educadora e como mãe. A proposta do Zéperê é muito especial, por isso me dedico com muito amor!! Espero que a gente consiga interagir com o maior número de pessoas possível para compartilhar mais momentos como os do dia 12 de Outubro. Abração! - Ana Paula santiago (teclado e sanfona)

Postar um comentário

Mercado Livre

"Quando o processo histórico se interrompe... quando a necessidade se associa ao horror e a liberdade ao tédio, a hora é boa para abrir um bar."
W. H. Auden